Clareamento Dental: Investindo em seu Sorriso

O que é o Clareamento Dental?

 

O clareamento de dentes é uma técnica utilizada no campo da odontologia para clarear dentes amarelados, deixando-os brancos e uniformes quanto à coloração. Esta técnica de clareamento dental consiste no uso direto de substâncias químicas despigmentantes sobre os dentes.

 

História

 

Apesar de o clareamento dental parecer ser inovação da odontologia, foi aproximadamente em 4.000 a.C. que os egípcios criaram uma espécie de creme dental clareador com partículas esfoliantes. Desde aquela época os dentes brancos representavam a beleza e eram sinal de riqueza. O antigo creme dental era produzido, basicamente, com pedra-pomes e vinagre de vinho. O clareamento de dentes se dava pela aplicação diária do creme dental por pequenos galhos de árvores.

No mesmo passo, porém, de forma inusitada, os romanos utilizavam-se de suas próprias urinas para clarear seus dentes. Eram os médicos e dentistas daquela época que estavam convictos de que a urina era um eficaz clareador dental. Inacreditável, mas estavam corretos. A amônia, presente na urina, é utilizada até os dias de hoje como princípio ativo de alguns géis utilizados em clareamento de dentes.

O clareamento dental não era tão divulgado e comercializado até o advento dos barbeiros profissionais. Acredite. Na Idade Média os barbeiros costumavam fazer a limpeza dos dentes de seus patrões. Passado algum tempo, criou-se o costume de ir ao barbeiro para extrair dentes. Aproximadamente na metade do século XVII, os barbeiros, que apesar de peritos no manuseio das giletes e lâminas, estavam atuando praticamente como cirurgiões-dentistas. Os barbeiros-dentistas, portanto, visto a grande importância de um belo sorriso na época, começaram a utilizar alguns de seus aparatos de metal para aplicar o altamente corrosivo ácido nítrico nos dentes de seus clientes para obter o clareamento de dentes. De fato, o ácido nítrico deixava os dentes extremamente brancos e brilhantes, porém, ao mesmo tempo, destruíam o esmalte dentário, o que propiciava o aparecimento de cáries em quase todos os casos.

Ironicamente, as pessoas não deixaram de utilizar-se deste meio de cleamento de dentes. Aliás, esta prática continuou até o começo do século XVIII, quando os italianos descobriram o fluoreto. Com a descoberta desta substância, as pessoas começaram a usá-la para prevenir cáries e manter a saúde bucal. E foi quando descobriram também que o fluoreto era um ótimo clareador dental, porém, seu uso excessivo manchava os dentes. Desde então, a indústria do clareamento dental obteve muito sucesso e continuou se aprimorando cada vez mais.

 

O Clareamento Dental na Atualidade

 

Hoje em dia existem disponíveis no mercado váriados métodos para se realizar o clareamento dental. O paciente poderá optar por um clareamento dental que rapidamente mostra seus resultados, também conhecido por clareamento dental a laser, ou, para aqueles que não têm pressa, um clareamento dental que leva mais tempo, conhecido por clareamento dental caseiro com moldeira. O que as difere são as ténicas empregadas e o tempo que é levado para concluir uma e outra.

A CR Odontologia em Londrina, preza, acima de tudo, pela saúde bucal aliada à estética bucal, que se traduz num clareamento dental a laser indolor, que não prejudica a saúde dos dentes e nem da gengiva.

 

Indicações do Clareamento Dental Londrina

 

Após realizada minuciosa avaliação da condição dentária do paciente, o dentista indica ou não o clareamento dental como tratamento para aqueles que tiveram seus dentes escurecidos, amarelados ou manchados por algum motivo.

Quanto à idade, o clareamento de dentes geralmente já pode ser indicado para pessoas com mais de dezesseis anos. Em termos gerais, os produtos clareadores, quando devidamente manipulados, não apresentam nenhum risco à saúde do paciente, mesmo que mais jovem.

Com a exceção de grávidas e lactantes, qualquer pessoa poderá realizar o clareamento dental Londrina, desde que seus dentes estejam íntegros e sem muitas restaurações, ou seja, o paciente deve estar com a saúde bucal em dia. Isto se dá pelo fato de que o gel clareador surte efeito somente em dentes naturais, portanto, pacientes com próteses e restaurações ficariam prejudicados no resultado.

 

Alteração na Cor dos Dentes: Casos em que se Indica o Clareamento de Dentes

 

O tabagismo, a alimentação e a genetica são os principais agentes que alteram a coloração dos dentes, sendo divididos em alterações intrínsecas e alterações extrínsecas.

Alterações Intrínsecas

As manchas dentárias intrínsecas podem ter suas origens:

  • Genéticas: dentinogênese imperfeita ou amelogênese imperfeita;
  • Pré-natal: aquelas provocadas por antibióticos, como a tetraciclina, ou consumo excessivo de flúor;
  • Pós-natal: aquelas provocadas por antibióticos, como a tetriciclina, traumatismos, alteração de cor relacionada com idade, cáries ou tratamento de canal.

 

Alterações Extrínsecas

As manchas dentárias extrínsecas são as mais comuns, usualmente corrigidas pelo clareamento dental. São causadas por fatores externos ao organismo humano como: tabagismo, cosumo de chá e café, shoyu, vinho tinto, outros alimentos e bebidas com altas doses de corantes, acúmulo excessivo de placa bacteriana e bactérias cromogênicas (aquelas relacionadas à coloração cinzenta dos dentes).

É importante lembrar que existem exceções e casos em que o profissional, após avaliação, poderá recomendar outro tipo de tratamento ao paciente. Os dentes com coloração amarelada, tons de marrom claro, escurecidos de maneira monocromática (uniforme) ou com manchas superficiais, apenas extrínsecas, são clareados mais facilmente.

Para os dentes com coloração desuniforme, com tons azulados ou cinza claro, geralmente causada por antibióticos
como a tetraciclina, são mais difíceis de obterem um tom de branco claro, porém, os resultados do clareamento dental ainda são satisfatórios.

Já nos casos mais severos como manchas intrínsecas e extrínsecas, coloração em tons marrom e cinza escuro, má formação dentária, coloração decorrente de problemas endodonticos (tratamento de canal, etc.) antigos, normalmente não se indica o clareamento dental, pois este não trará os resultados significativos como nos casos menos complexos acima descritos. A solução para estes casos são as restaurações estéticas, como a aplicação de facetas de porcelana.

Felizmente, a CR Odontologia oferece vários tipos de tratamentos para lidar com os diversos casos existentes. Nossos dentistas, Londrina, dispõem das mais avançadas técnicas para se realizar o clareamento dental de alta qualidade que permite aos nossos pacientes voltarem a ter um sorriso branco e saudável.

 

Clareamento Dental a Laser

 

A CR Odontologia dispõe de tecnologia de ponta para realizar seu clareamento dental a laser. Em alguns casos, é possível obter resultados em apenas alguns minutos.

O clareamento dental a laser é realizado pela aplicação de substâncias químicas clareadoras sob os dentes, as quais são ativadas pelo calor do laser. Também conhecidas por géis oxidantes, essas substâncias químicas podem ser utilizadas em diferentes porcentagens, sendo elas o peróxido de hidrogênio ou o peróxido de carbamida, ambos poderosos despigmentantes.

Ativadas pela luz halógena do laser, essas substâncias penetram até a dentina, momento em que liberam suas moléculas de oxigênio que, por sua vez, “destroem” as moléculas dos pigmentos presentes no dente. Isto implica dizer que o clareamento dental a laser é uma técnica não invasive, que não proporciona qualquer desgaste dos dentes, preservando, portanto, a estrutura dos mesmos.

Finalizado o tratamento, toda a pigmentação alojada na camada interna do dente (dentina) é removida, inclusive manchas e pigmentações na camada externa, garantindo, portanto, dentes brancos e com aspecto saudável.

 

Cuidados após o Clareamento de Dentes

 

Com frequência, logo após a realização do clareamento dental Londrina, surge uma dúvida quanto à possibilidade de o dente voltar a escurecer. É possível, sim, que o dente perca um pouco da brancura com o tempo, porém, nunca voltará à cor de antes. O clareamento dental faz com que os dentes mantenham-se num “mínimo de brancura”. A boa notícia é que o escurecimento pode ser evitado se o paciente observar alguns cuidados básicos após realizar o clareamento.

Depois de clareados, os dentes, que passaram por um intenso processo de oxigenação, têm seu esmalte desmineralizado, ficando extremamente porosos, apresentam-se como uma esponja: propensos a absorver qualquer tipo de pigmento. Portanto, nas primeiras 48 horas é imprescindível que se evite alimentos e bebidas com corantes como vinho tinto, Coca-Cola, shoyu, café, etc, inclusive, o fumo.

A escovação deverá ser feita, no mínimo, três vezes ao dia para se evitar a formação da placa. Além disso, o uso de bons produtos como, por exemplo, o creme dental é um importante fator que irá contribuir para a manutenção da brancura dos dentes.

Alguns hábitos de alimentação e tabagismo, caso não evitados após a realização do clareamento dental, contribuirão drasticamente para uma possível manutenção do clareamento num futuro próximo.

 

Por que Escolher a CR Odontologia, em Londrina?

 

Nós, da CR Odontologia, orgulhamo-nos de dispor de certas vantagens, como:

  • Rapidez no tratamento: em uma única sessão é possível que o paciente já obtenha dentes mais brancos;
  • Comodidade: não existe a necessidade do uso incômodo de uma moldeira;
  • Segurança: utilizamos somente produtos da mais alta qualidade, bem como de um laser que não emite radiações infravermelho (IV), nem ultra-violeta (UV).

 

Entre em contato conosco e agende uma avaliação hoje mesmo!

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://claudioromagnoli.com.br/wp-content/uploads/2019/10/claudio-romagnoli-dentista-londrina-clinica-hall-background-2.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 350px;}
Open chat